© 2016 por DIANA MOTA. Orgulhosamente criado com Wix.com

BIOGRAFIA

     Diana Mota é filha da cantora pioneira Glória Maria. Começou seus estudos de música com 12 anos. Aos 18 anos começou a trabalhar profissionalmente com música. Hoje é formada pela Universidade de Brasília-UNB em Licenciatura em Música e pós-graduada pela mesma instituição em Arte-Educação. Faz parte do quadro efetivo de professores da Escola de Música de Brasília, onde atualmente leciona Canto popular, Prática de conjunto e participa da Big band no naipe de saxofones.

    Atuou como flautista na Orquestra Filarmônica de Brasília onde teve a honra de acompanhar grandes   personalidades da  MPB, como: Rosa Passos, Guilherme Arantes, Edson Cordeiro, Elomar Santos,  Xangai, Dois de  Ouro, Hamilton de Hollanda e outros. Já foi integrante do grupo de música instrumental “Marambaia” em sua segunda formação. De 2000 a 2002 participou como convidada, na Orquestra Sinfônica da UFMT, como 1ª flauta. Em seus projetos musicais destaca-se a  Tchekerê Orquestra,  onde agrega cordas, sopros e banda base. Neste trabalho é diretora musical, arranjadora, flautista e cantora.  Em 2002 destaca-se alguns eventos importantes que teve oportunidade de participar: Projeto da Secretaria de Cultura “Arte por toda parte” em parceria com o Ministério da Aeronáutica, Projeto “Choro nas Escolas” pelo FAC, encerramento do 50o. da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil pela Tchekerê Orquestra.

    Em 2006 participou do projeto Bibliomúsica com o show “Um Tom bem brasileiro, Jobim entre amigos”, apresentado no mês de  setembro. Em 27 de  setembro  de  2008, realizou show no  Teatro do  SESC-DF (504sul), intitulado  “À flor da pele”, onde teve a honra de ter a participação de sua mãe, grande cantora pioneira, Gloria Maria.

    Foi vencedora do Festival da rádio Nacional de Brasília, em outubro de 2011 na categoria Melhor Música Instrumental, com sua primeira composição dedicada à sua mãe intitulada “Saudades de minha mãe”.  No mesmo mês teve oportunidade de hoenagear novamente sua mãe, no Projeto Outras Bossas, acompanhada pelo pianista Fernando Fontana.

Em 2013, criou o Projeto Brasilianas, onde o foco principal é a formação de Big Band (4 trompetes, 4 Trombones, 5 saxofones, Baixo, Guitarra, Piano, Bateria e Percussão) com arranjos e regência de Diana Mota e Luciana de Oliveira.

    Atualmente concluiu o curso de “Técnico em Arranjo” sob a orientação do Professor Dr. Joel Barbosa (Brasília) e estudou harmonia com Vittor Santos (Trombonista, compositor e arranjador - RJ) e está concluindo outra graduação no curso Bacharelado em Música - Flauta transversal.

    Está em estúdio gravando seu primeiro CD, onde  mostrará seu trabalho como multi-instrumentista, cantora, arranjadora e compositora, valorizando a mistura dos ritmos afro-brasileros com Black music.